terça-feira, 30 de agosto de 2011

Muito, muito tempo atrás

Pois bem, a correria rotineira que nos faz sentir vivos (e mortos ao mesmo tempo) voltou em Agosto, e como sempre, meu blog fica deprimido com a falta de textos novos e visitantes ociosos.

Resolvi escrever então, para não perder o costume.

Na verdade tenho vários textos prontos, inclusive continuações prometidas, mas não estão aqui, e quis fazer algo espontâneo.

O final de semana foi bom.
Assisti UFC que eu não gosto, mas pelo menos deu Brasil, ou melhor, o Brasil deu porrada demais!
Depois comentei no Facebook que não via graça todo aquele sangue, e que não considerava um esporte propriamente dito, porque só basta ser forte, manjar um pouco de cada arte e fazer arte, levei porradas (ou no Facebook "cutucadas") como se todo mundo devesse gostar disso... bom eu não gosto.

Eu gosto de futebol, basquete, vôlei, surfe, skate, judô, formula 1, counter strike... enfim, mas vale tudo não. Mas não é porque eu não gosto que eu não deva viver! hahaha
Tirando a saraivada no Facebook, terminei a noite fantasticamente bem ao assistir no canal TCM (que é fabulosamente bom e nostálgico) The Blues Brothers, com o falecido John Belushi e com Dan Aykroyd. filme muito bom, brilhante trilha sonora e aquele humor sem explorar sexualidade ou mal caratismo, como vimos em muitos filmes hoje em dia!

Domingo foi legal também, teve futebol, teve soneca no sofá da sogra, teve café da tarde com a família (doida de sempre, diversão de sobra!).

E não é que segunda-feira acordei do mesmo jeito de sempre: de mau humor por ter dormido mal...
Mas fiquem tranquilo, terça-feira acordo 80%, quarta 60%, quinta 40%, sexta 20%, sábado e domingo sem estresse algum.
O que vale é guardar pra si mesmo, evitar falar ou fazer bobeira, porque pessoas de mau humor podem tudo, TUDO MESMO!

Hora de dormir, afinal amanhã 80% de meu ser acordará estressado, de mau humor mas depois das 10h da manhã tudo se resolve, como num passe de mágica, que quem dera eu fizesse mágica para começar todos os dias às 10...

Um comentário:

Andarilho disse...

Eu prefiro muito mais esses seus textos sinceros e expontâneos. Quase ingênuos. Não que as histórias e os Donattos sejam ruins, pelo contrário. É que há algo fascinantemente sublime em textos como esse que postou.

Abraços, meu amigo! Nos vemos no Counter-Strike. ;)