domingo, 2 de novembro de 2008

Um poeminha...


Para dizer que nunca divulguei nada que escrevi, vai um poeminha que fiz, há um tempinho atrás.

Legal
que estava novamente sem idéias do que colocar lá, e me veio a calhar este poema, mais pelo nome dele. Acho que um blog é válido porque você pode morrer um dia, mas a sua idéia vai sempre estar no ar. E é mais ou menos isso que quis dizer no poema abaixo. Espero que gostem:




Muitas Canções São Esquecidas

(Daniel Rolando)


Posso falar de amor

Posso falar de solidão

De perda ou de dor

Expressar numa canção


Posso sentir sua falta

Posso achar solução

Os efeitos sobre a causa

Expressar numa canção


Mas o que me deixa perdido

Triste, infeliz com a minha vida

É que às vezes por algum motivo

Muitas canções são esquecidas


Pega a viola e começa a tocar

O dia já vai começar

Vamos cantar para o mundo esquecer

Os problemas que vão acontecer


Canções vem e vão

Como a vida passa sem parar

Mas aquelas que tocam o coração

Sempre estarão pelo ar


Pode ser que um dia eu suma

E você não me ache aqui

Com certeza num papel encontrará

Uma letra minha feita pra ti


Mas o que me deixa perdido

Triste, infeliz com a minha vida

É que às vezes por algum motivo

Muitas canções são esquecidas

Um comentário:

Andarilho disse...

Depressivo, mas bonito.

Talvez me dê coragem de criar alguns e postá-los.