sexta-feira, 20 de maio de 2011

Fadígs

Acordei doente, não sei se é gripe, ou se é só um resfriadinho, fato este agravado pela imensa quantidade de vento por metro cúbico da minha querida Faculdade de Engenharia de Guaratinguetá -UNESP.
Acordei, além de doente, preocupado, pois hoje, essa mesma Faculdade de Engenharia que me deixou gripado, ou resfriado, me arrumou uma prova justo no mesmo dia em que nada provavelmente daria certo. E o detalhe, ah sim, simples, para estudar para esta prova, foi necessário a leitura "decoreba" de 233 slides, de textos, porque quando tem números pelo menos o espaçamento entre parágrafos é maior!
Hoje será preciso estudar das 17 as 19h15min, horário da prova, dou um jeito de terminar de ler. A gripe já arranhou a garganta e assou o nariz, espirro e nariz escorrendo o dia todo, mas é só esquecer que o nariz existe que ele esquece de perturbar. E o sono? Dá-se um jeito.

O importante é que tinha tudo pra dar errado, beleza, até aí, parecia um dia de fracassos, derrotas, de "fadigs", em homenagem ao grande mestre do humor, Mussum. Não foi, de maneira alguma.

Acordei animado, motivado e não sei da onde eu tirei essa vontade de acordar e ver aquela bela imagem do céu branco, nublado e sem Sol.
Esqueci de anotar opção no almoço de hoje aqui na fábrica, então fui obrigado a pedir um omelete, que nunca esteve tão bom. Tinha até presunto de verdade!

A reunião com o chefe, foi adiada para terça, mas se fosse hoje não teria problema, porque consegui cumprir todos os prazos com quase três dias de antecedência.

Então resolvi que, no final, a somatória de forças em mim não deu zero, deu número positivo. Afinal, a força de atrito me impulsionando para frear, ficar pra baixo e desistir do dia, foi vencida pelas força de vontade inesperada de passar o dia bem.

Cacilds!

P.S.: Hoje senti saudades do Mussum. Humor simples, cru, humilde, enfim, humor de verdade, sincero e que contagiava todo mundo.

Um comentário:

Andarilho disse...

Está melhor do resfriado? E a prova, como foi?

Estou gostando de ver a nova postura "otimista".