domingo, 1 de agosto de 2010

Providências

Ultimamente tenho pensado muito. Não que antes eu não pensasse. É que às vezes eu penso muito, mas penso inutilmente. Ultimamente, não, tenho pensado no mundo, nele e em cada um.
Muitas catástrofes, corrupções, assassinatos, dentre outros males, e penso se é realmente correto deixar algum herdeiro, sabendo que este vai sofrer com esta "selva de pedra".
É bom ter um filho, um legado, a manutenção do sobrenome, mas, será que o mundo vai estar habitável daqui a uns 20 ou 30 anos?
Então andei pensando... e concluí que vale a pena tentar.
Se 8 em cada 10 são corruptíveis, vale a pena torcer pelos 2 honestos...
Se 7 em cada 10 são assassinos, ladrões ou estupradores, vale a pena torcer pelos 3 corretos...
Se ao invés de baixar a cabeça e chorar, achando que o mundo vai acabar com uma imensa labareda de fogo e então não vale a pena nossos esforços, nós nos unirmos e salvarmos o que há de bom nesse mundo, com certeza esse mundo vai se transformar.

Afinal, a lagarta ridícula vira uma bela borboleta. A natureza já faz a parte dela.
Vamos tomar agora nossas providências.

E o mundo evolui sim, e nós evoluímos também.

Um comentário:

Andarilho disse...

Os podres devem ser evidenciados para que comecem a se solucionar.