terça-feira, 26 de agosto de 2008

Uma morta muito louca...


Todo dia, como de costume, entro na Internet, e tenho como página inicial o portal Terra (muitos vêem UOL, mas como UOL = Folha SP e assinamos Folha SP aqui em casa, gosto de ter duas opiniões distintas dos assuntos, lendo assim o Terra). Pois bem... Acessei hoje o portal, e estava escrito na matéria da capa: Cadáver abre os olhos em funeral e causa polêmica.
Uma garota da República Dominicana foi declarada morta, abriu os olhos e defecou no seu funeral. Os pais a levaram de volta ao médico, na autópsia dizia que estava morta, intoxicada por propanol.
Os pais, que de jeito nenhum queriam enterrá-la, levaram-na para casa. Ela chegou a suar, abrir os olhos, então não a levaram para o funeral.
Mais uma vez no médico, declarou-se novamente que a menina estava morta, mais morta do que nunca.
A enterraram, e, na dúvida, desenterraram logo após. Um médico "X" falou que seria melhor tornar o sepultamento mais duradouro, de 72 horas.
Por fim, a declararam morta mesmo, deveria ser o cheiro ou o aspecto, isso não foi dito na reportagem, mas o mais interessante é que os parentes alocaram isso à feitiçaria...

Gente, abram os olhos, todo aquele terror que vimos em Silent Hill ou Resident Evil está prestes a ser revelado, algum feiticeiro perverso que habita a República Dominicana irá dominar o mundo com seus cadáveres pestilentos e sedentos por sangue... ha ha ha!

Acho melhor desenterrar a Dercy, vai que...?

Um comentário:

Andarilho disse...

A volta de Dercy para um reinado eterno de terror? Deixa a velha a sete palmos mesmo.